Irmã Arminda Oliveira despediu-se da Paróquia da Arrentela

IrArmindaOliveira

O passado domingo, dia 03 de setembro, foi o último dia da Irmã Arminda Oliveira na Paróquia de Arrentela. Nas Eucaristias da Arrentela e da comunidade da Torre da Marinha, a Irmã Arminda fez questão de dizer um “até já” a todos os paroquianos, e a outros fiéis da diocese, que com ela se cruzaram ao longo dos últimos 27 anos que ali esteve ao serviço.

Baixinha e com uma gargalha inconfundível, dotada de um dinamismo e genica que impressionam, desde 1990 foi presença de Deus na Paróquia da Arrentela, juntamente com outras Irmãs Doroteias que vieram para a comunidade, e outras que, entretanto, foram chegando.

Ao longo destes anos, a presença da Irmã Arminda fez-se notar sobretudo junto dos jovens e dos mais carenciados, e noutras Paróquias como, por exemplo, Pinhal dos Frades.

Foram vários anos a dar aulas de Religião e Moral na escola preparatória Nuno Álvares. Na Paróquia, foi coordenadora da Catequese e deu catequese aos mais novos e catequese familiar aos pais. Junto dos mais jovens, acompanhou e preparou centenas de crismandos e ajudou à integração de vários jovens nos grupos de jovens que se iam criando na comunidade.

Mas nem só na paróquia ou na Arrentela se verifica obra feita!

No movimento juvenil a nível vicarial, também a Irmã Arminda foi uma das grandes impulsionadoras (em conjunto com o Padre Rui Pedro que esteve na Paróquia da Amora) para a criação da Equipa Vicarial da Pastoral Juvenil da Vigararia do Seixal (EVIPAJIL). Esta é uma estrutura que ainda hoje existe com a participação de todos os responsáveis dos grupos de jovens das paróquias da vigararia.

A nível social, ajudou a criar e foi presidente, durante vários anos, da Associação “Dá-me a Tua Mão” que ajuda centenas de carenciados do concelho do Seixal, com a distribuição de roupas e uma refeição quente, todos os dias.

Como sinal de gratidão, os paroquianos quiserem mostrar todo o seu apreço e amizade com um almoço convívio realizado no salão da igreja Torre da Marinha, onde cerca de duzentas pessoas tiveram oportunidade de tirar mais uma foto, oferecer aquela lembrança ou dar mais um beijinho.

A Irmã Arminda vai, a partir de agora, estar ao serviço da comunidade de Loulé, no Algarve, mas a Arrentela, de certeza, que vai no seu coração, assim como todas as pessoas que se foram cruzando com a Irmã ao longo destes 27 anos.

Que Santa Paula Frassinetti continue a guiar a sua vida, para que assim possa ser Dom de Deus para todos quantos com ela se cruzarem.

No final das Eucaristias que assinalaram a despedida da Irmã Arminda Oliveira, foram também dadas as boas-vindas às irmãs que chegam para que renova a comunidade das Irmãs Doroteias na Arrentela: a Irmã Anabela, Irmã Francisca e Irmã Teresa.

Até breve Irmã Arminda!

Hugo Lavrador, paroquiano da Arrentela

Partilhe nas redes sociais!
05 de Setembro de 2017