Palmela: Crismados devem viver, com alegria, o Evangelho

20171116_Crisma_Palmela

No fim de semana de 13 a 15 outubro, os jovens da comunidade de Palmela estiveram na Casa de Oração de Santa Rafaela Maria em retiro de preparação para o Crisma. Na manhã do dia 14, os jovens foram surpreendidos com a visita especial do Bispo de Setúbal, D. José Ornelas, que após uma conversa muito informal com os jovens, partilhou um pouco da sua vida e orientou uma catequese de reflexão sobre o Credo, oração que resume e sustenta as bases da nossa Fé.

No passado dia 5 de novembro, a comunidade paroquial de Santa Maria e São Pedro de Palmela reuniu-se na Igreja de S. Pedro, em Palmela, para testemunhar a crismação e o SIM de 17 jovens e 7 adultos oriundos das diversas comunidades da paróquia: Aires, Lau e Palmela. A celebração contou ainda com a presença dos sacerdotes Pe. José Joaquim, pároco local, do Pe. José Maria Furtado, pároco de N.ª Sr.ª da Conceição, no Montijo, antigo pároco de Palmela que acompanhou alguns jovens no início da sua caminhada, e o Pe. Adalberto Saraiva, pároco Emérito da Comporta. Esteve ainda presente um sacerdote missionário comboniano.

Cuidar da família onde cresceram

O Bispo de Setúbal começou por recordar o cuidado que Deus tem connosco e o dever de também nós sermos cuidadores: “Deus como o pai e a mãe cuida de nós, assim também nós temos o dever de cuidar ativamente, devemos ser cuidadores daqueles que mais precisam, dos pais, dos irmãos, dos amigos, da comunidade, devemos cuidar da igreja. No batismo, alguém por vós disse “eu creio no Deus criador”, hoje vocês irão receber os dons do Espírito Santo, as qualidades e potencialidade para também vocês cuidarem dos outros.”

Ao longo da homilia o Bispo interpelou a comunidade e sobretudo os novos crismados: “Vocês não podem ser gente que vem só assistir à missa. Aqui toda a gente “canta e dança” ao som do Evangelho. Esta comunidade tem o direito de esperar de vocês, têm de ser gente que vive com alegria o Evangelho e isso começa por cuidarem da vossa família onde vocês cresceram. A partir de hoje se as coisas não correm bem lá em casa, já não são só os pais a terem responsabilidades, vocês são responsáveis também por eles”.

“Não esperem que a Igreja seja perfeita”

Perante Deus e toda a comunidade, os vinte e quatro crismados, acompanhados pelos respetivos padrinhos receberam o sacramento do Crisma, assumindo perante o mundo, o seu “SIM, EU ACREDITO” e receberem os dons do Espírito Santo que os fortalecerá nesta nova caminhada que se inicia.

A celebração terminou com um desafio de D. José Ornelas aos crismados: “A vossa comunidade e família tem o direito de exigir que vocês sejam ativos. Tenham gosto nisso! Não esperem que a igreja seja perfeita para se sentirem parte dela, tal como nós não o somos, pais perfeitos não existem, catequistas perfeitos não existem, padres perfeitos também não, e muito menos, bispos.”

Após a Eucaristia alguns dos crismados, catequistas, familiares e amigos, padres, seminaristas e Bispo juntaram-se no salão da Igreja de Santo António, em Aires, para um almoço partilhado e de convívio para juntos celebrarem esta nova etapa na vida dos crismados.

Rita Belo Pires, coordenadora da catequese paroquial de Palmela

 

Partilhe nas redes sociais!
16 de Novembro de 2017