Bênção na Sé encerrou etapa formativa para 16 leitores

20180111-Bencao-Leitores-Se

No passado dia 07 de janeiro, na Solenidade da Epifania do Senhor, realizou-se na Sé de Setúbal, presidida pelo Padre José Lobato, Vigário Geral da Diocese, a Bênção dos novos Leitores que estiveram em formação ao longo dos últimos meses.

Uma nota do Padre Rui Rosmaninho, diretor da Comissão Diocesana de Liturgia e Música Sacra, assinala que a formação foi concluída por 16 leitores: 5 da Baixa da Banheira; 3 da Quinta do Anjo; 3 das Praias do Sado; 3 de Santa Maria da Graça e São Julião; e 2 de São Sebastião.

Destes dezasseis leitores, quatro estiveram presentes na celebração de bênção. Maria Alexandra Ribeiro, da Paróquia da Quinta do Anjo, foi uma das leitoras presentes, e que nos deixa o seu testemunho.

Um testemunho da Formação de Leitores: “Mais um passo no caminho para Deus”

Já era leitora na Igreja desde há algum tempo, não muito, quando recebi um convite para participar numa formação de leitores e prontamente o aceitei, procurando aprender como fazer bem.

Cedo percebi, na minha experiência como leitora, que ler durante a Celebração Eucarística não era apenas emprestar a minha voz à Palavra de Deus, era acima de tudo levar a Sua Palavra aos mais e menos fiéis, a cada pessoa presente, a toda a Assembleia Celebrante. E isso não significava apenas ler corretamente; significava, acima de tudo, transmitir a mensagem de Cristo, com todo o seu esplendor tocando o coração de cada um.

Prontamente, preparei-me para a formação munida de caderno e lápis para anotar tudo e aprender o mais possível. Apesar de ter tido formação cristã na minha infância e ter frequentado um colégio religioso até aos meus dezassete anos, nunca aprofundei ou desenvolvi os meus conhecimentos. Fui e continuo a ser verdadeiramente leiga nestas matérias, daí a minha sede de conhecimento e a vontade com que no primeiro sábado de formação me desloquei para o belíssimo Santuário do Cristo Rei em Almada.

O dia, frio, estava lindo com um Sol tão radioso quanto eu me sentia. E a mesma emoção continuou no sábado seguinte, na casa de Oração Santa Rafaela Maria, onde as Irmãs tão simpaticamente nos acolheram no seu pequeno paraíso, tão intimista e tranquilo. Terminei em grande, esta minha formação na Sé de Setúbal. Nesta belíssima Sé senti a grandiosidade e o esplendor da palavra de Deus, mas acima de tudo a responsabilidade de ser Leitor.

A formação assente em três grandes temas: preparação de carácter litúrgico, preparação bíblica e preparação técnica, constrói-se crescendo degrau a degrau em conteúdo e aprendizagem. Um novo mundo espiritual abriu-se para mim. As minhas expectativas foram amplamente ultrapassadas; a minha aposta não fora gorada. Mais do que aprender a ler, aprendi a sentir; aprendi o significado e a importância da Liturgia da Palavra; aprendi história; aprendi a ouvir e a escutar. Aprendi e agradeço a quem me ensinou. Aprendi também com o grupo que era suficientemente pequeno para ser acolhedor e confortável e suficiente para a partilha de dúvidas e experiências.

Hoje sinto-me tranquila e confiante nesta missão: não tranquila por já ter aprendido tudo, nem confiante por ser capaz de cumprir esta tarefa, mas tranquila e confiante por ter aprendido a aprender; ter aprendido a apreender cada texto, cada leitura; ter aprendido, acima de tudo, a sentir cada Palavra, e assim melhor ser capaz de a levar aos outros, a cada um dos outros que me ouvem, sempre que, com tremor nas pernas, me dirijo ao ambão para emprestar a minha voz a Cristo.

Fazer a Formação de Leitores foi mais um passo no meu caminho para Deus.

Maria Alexandra Ribeiro, Paróquia da Quinta do Anjo

Partilhe nas redes sociais!
11 de Janeiro de 2018