“FIAT Voluntas Tua”: “Em Fátima para escutar os recados que a Mãe tem para nos dar”

20180722-FIAT-Encontro-Verao-06

De 20 a 22 de julho, o grupo de discernimento vocacional para raparigas a partir dos 14 anos, “FIAT Voluntas Tua“, realizou o seu encontro de Verão em Fátima, para escutar os recados que a Mãe tinha para dar a cada uma. Gabriela Godinho, da Paróquia do Pragal, e Beatriz Lemos, da Paróquia de Corroios, deixam-nos o seu testemunho e convidam outras raparigas da sua idade a entrar neste caminho de busca da vontade do Bom Pastor. 

Leia o testemunho em seguida e encontre mais informações sobre este grupo clicando aqui.


Olá. Nós somos a Beatriz e a Gabriela e fazemos parte das “FIAT Voluntas Tua“. Para quem não sabe nós somos um grupo de discernimento em que cada uma de nós procura a sua vocação. 

Nos dias 20, 21 e 22 de julho realizámos o nosso encontro de verão em Fátima, um local facilmente visitado, inclusive por nós, mas com este encontro pudemos vivê-lo de outra forma pois fomos para escutar “os recados” que a Mãe tinha para nos dar. 

O primeiro dia foi para “descontrair”. Chegámos e instalámo-nos na casa das Irmãs da Apresentação de Maria. De seguida, fomos para a praia fluvial do Agroal, não sem antes passar pelo Santuário, por breves momentos, para entregar o nosso encontro a Nossa Senhora. Depois, regressámos a casa e, como não poderia faltar, fizemos o nosso jantar.

No segundo dia foi “o dia do Padre Rui” (o Padre Rui Gouveia, reitor do Seminário de Almada e responsável pelas Vocações na Diocese é o sacerdote que nos acompanha neste caminho de discernimento). Em Fátima estava a decorrer o Encontro Internacional das Equipas de Nossa Senhora e tivemos a graça de estar na missa, no recinto do Santuário, com todos esses casais. Antes, tínhamos estado em adoração ao Santíssimo Sacramento. Da parte da tarde tivemos o testemunho de uma equipa de casais do Montijo, onde explicaram o que fazem nas suas reuniões, nestes encontros e, essencialmente como se vive o casamento em Cristo. 

Logo a seguir, tivemos uma catequese com o Padre Rui, onde abordámos o casamento e o divórcio, aprofundando a leitura de Mateus 19, 1-12 (“Jesus e o divórcio“; e “Casamento e celibato“). Falámos sobre o casamento, sobre a vida dos sacerdotes e consagradas, e de muitos outros temas que nos intrigavam. À noite, participámos na oração do terço, no Santuário, rezado em 5 línguas diferentes (português, espanhol, italiano, inglês e polaco) e na procissão das velas.

No terceiro e último dia, da parte da manhã, visitamos os Valinhos, especialmente o local onde Nossa Senhora apareceu aos Pastorinhos em Agosto de 1917, bem como o local onde o Anjo também apareceu aos Pastorinhos de Fátima.  

Regressámos e tivemos a celebração da Eucaristia com a presença de algumas Irmãs, presidida pelo Padre Rui onde, na sua homilia, falou sobre o Bom Pastor e como nós temos de ter coragem e ser ovelhas obedientes para ouvir e seguir sem medos o nosso Pastor. No final da Eucaristia, uma das Irmãs contou-nos uma história verídica ocorrida num Domingo do Bom Pastor, quando ela presenciou o poder que um verdadeiro pastor tem sobre as suas ovelhas. Logo de seguida, fomos almoçar ao restaurante onde o nosso nome foi escolhido e refletimos sobre o que foi o nosso ano. Acabámos o encontro com o “shopping católico” para quem quisesse comprar lembranças.

Isto que aqui descrevemos não foi todo o encontro. Tivemos vários momentos de diversão e convívio, mas também momentos de oração e silêncio. Nós não somos apenas um grupo de amigas. Consideramo-nos uma família e convidamos todas as raparigas, com mais de 14 anos, que se sintam preparadas a virem juntar-se a nós e fazerem parte desta família guiada por Deus.

Gabriela Godinho e Beatriz Lemos

“FIAT Voluntas Tua”: Descobrir os sonhos de Deus…

Partilhe nas redes sociais!
27 de Julho de 2018