Alunos do Externato Diocesano viveram tempo de missão em Cabo Verde

20180808-Frei-Luis-Sousa-Missao-Cabo-Verde-02

No dia 23 de julho partimos, do Externato Diocesano Frei Luís de Sousa, um grupo de 18 alunos, 3 professores e o capelão padre Rui Gouveia, rumo a Cabo Verde – Tarrafal. O lema que levávamos cravado era “Coração aberto e sempre a sorrir”. Acompanhados sob a proteção de nossa Senhora de Fátima e São Nuno de Santa Maria, nosso patrono, esta atividade da Capelania do Externato, levou-nos a sair do nosso “metro quadrado” e a sermos enviados para servir numa outra realidade.

Longe do nosso conforto, daquilo que mais gostamos, durante uma semana, partilhámos brincadeiras e dinâmicas com as crianças da comunidade de Santo Amaro Abade, confiada ao padre Joaquim Furtado (a quem muito agradecemos), estabelecemos encontros com catequistas, chefes de escuteiros, professores, visitámos o centro de saúde e deixamos medicamentos, pintamos um mural na creche das irmãs do Sagrado Coração de Maria, entre outras coisas, sempre com o desejo de servir.

Contudo, o acolhimento e alegria desta comunidade e das irmãs  deixou-nos de coração cheio. Viemos mais ricos, percebendo que, afinal, nós é que fomos servidos.

Estes momentos foram momentos de encontro, de cada um consigo próprio, de encontro uns com os outros e com as pessoas de Cabo Verde, e quem sabe, um encontro com o Céu. A primeira missão aconteceu em nós porque vivemos e experimentámos que “nunca se perde o que por amor se oferece”, e que “quem dá recebe em dobro”. Ficou a ponte e o desejo de voltarmos, assim queira Deus.

Professora Cristina Silva, Externato Diocesano Frei Luís de Sousa

Partilhe nas redes sociais!
02 de Agosto de 2018