Palmela: Bênção do primeiro mosto na Festa das Vindimas

20180902-Festa-Vindimas-02

Realizou-se, no passado dia 2 de Setembro, a Cerimónia da Pisa da Uva e Bênção do 1º Mosto da 56ª Edição da Festas das Vindimas de Palmela, marco mais alto daquela que é a festa rainha do Concelho de Palmela.

Este evento, realizado desde a 1ª edição das festas, celebra a ligação à vinha e ao vinho, ao trabalho agrícola e à economia e desenvolvimento da região. Numa festa de cariz não religioso, a Pisa da Uva e Bênção do 1º Mosto consolida a eterna ligação entre o trabalho do homem e a Glória de Deus, sendo ao mesmo tempo um gesto de agradecimento pelas colheitas do último ano e uma prece para que a Graça do Senhor proporcione um futuro ainda melhor: “Eu sou a videira; vós, os ramos. Quem permanece em mim e Eu nele, esse dá muito fruto, pois, sem Mim, nada podeis fazer.” (Jo 15, 5).

Destino final de um Cortejo dos Camponeses que representa as tradições do trabalho agrícola na região de Palmela, é na escadaria da Igreja Matriz de S. Pedro que são pisadas as uvas oferecidas pelos diversos produtores e agricultores da região. O mosto produzido é em seguida armazenado em pequenos barris, abençoados pelo pároco da paróquia de Palmela diante de toda a população.

Na Missa que se segue, estes barris são entregues em ofertório à Paróquia, simbolizando o vinho que será usado nas cerimónias religiosas do ano seguinte.

A cerimónia, que foi presidida pelo Pároco de Palmela Pe. José Miguel Joaquim, contou com a presença das várias entidades políticas, civis e militares do Concelho de Palmela, bem como da Rainha e respetivas Damas de Honor da Festa das Vindimas. Tal como já vem sendo tradição, esta cerimónia contou ainda com a presença de algumas centenas de espectadores, entre população local e visitantes.

Vasco Gordicho, paroquiano de Palmela

Partilhe nas redes sociais!
08 de Setembro de 2018