comprehensive-camels

Jubileu: Diocese de Setúbal estabelece parceria com Academia Portuguesa de História

Setúbal, panorâmica

A Diocese de Setúbal estabeleceu um protocolo de parceria com a Academia Portuguesa de História que vai permitir o apoio desta instituição na publicação de uma série de estudos históricos sobre a História Geral da Península de Setúbal e outros contributos, no âmbito do Jubileu do 50º aniversário da diocese.

“Estando próxima a celebração do quinquagésimo aniversário da criação da diocese de Setúbal, julguei adequado que uma forma de marcar condignamente esta data entre muitas outras que estão em preparação, seria a de promover a publicação de uma série de estudos históricos tendentes a dotar a Diocese e toda esta região da Península de Setúbal do conhecimento sistemático sobre o seu passado que lhe falta”, anuncia o Cardeal D. Américo Aguiar, bispo de Setúbal, na nota que endereçou à Academia Portuguesa de História a sugerir o estabelecimento da parceria.

Neste sentido, e sendo a Academia Portuguesa de História a instituição oficial que, em Portugal, tem por missão promover e engrandecer cientificamente as disciplinas históricas, e dotada por isso de uma admirável reputação, “entendemos que poderia ser a contraparte de uma parceria para preencher esta lacuna do nosso conhecimento”, refere o prelado.

A Academia Portuguesa de História, na pessoa da sua presidente, Profª Drª Manuela Mendonça, aceitou o repto da diocese. “Em nome da Academia, sinto-me absolutamente honrada por poder aceitar este repto, uma iniciativa que consideramos valorosa”, referiu a presidente da Academia.

O grupo que irá dinamizar os estudos da parte da diocese será liderado pelo Pe. Francisco Mendes, pároco da diocese e Académico Correspondente da Academia Portuguesa de História. Os estudos irão estar centrados numa história geral da Península de Setúbal, com incidência maior nos aspetos religiosos, sociais e administrativos da região: evolução da rede paroquial, evolução administrativa, portos e rede viária, atividades económicas, comunidades muçulmanas e judaicas, inquisição, implantação da República, criação da Diocese, entre outros.

 

Texto: Ricardo Perna
Foto © Vítor Oliveira

 

Partilhe nas redes sociais!
19 de Abril de 2024