Hospital Garcia de Orta encerra comemorações dos 25 anos com homenagem a Capelão

20180109-Capelao-HGO-01

No passado dia 05 de janeiro, o Hospital Garcia de Orta, em Almada, encerrou as comemorações dos seus 25 anos com a Eucaristia presidida pelo Bispo diocesano, D. José Ornelas. A celebração assinalou, ainda, uma homenagem-surpresa, por parte da Administração daquele hospital, ao capelão desde 1991, Padre Jorge Santos.

Na celebração da Eucaristia, o Bispo de Setúbal destacou a importância destas instituições que cuidam das pessoas, procuram tratá-las e dar-lhes esperança.

“O essencial nestas instituições é o cuidado das fragilidades, e não podemos esquecer que o Amor é o fundamento da vida, porque as pessoas não simplesmente peças. A ciência cuida das pessoas e esse cuidado tem que ser posto ao serviço da humanização”, assinalou.

No final da missa, Daniel Ferro, Presidente do Conselho de Administração do Hospital Garcia de Orta deixou uma palavra de agradecimento ao Padre Jorge Santos pelo serviço de Capelania ao longo dos últimos vinte e cinco anos naquele hospital.

“Gostaria de destacar algumas características essenciais do Padre Jorge neste serviço. A sua abertura e a forma como tem estimulado e promovido a assistência religiosa neste hospital. Por outro lado, destacar, também, o sentido inovador de muitas ações da capelania que tiveram a capacidade de nos surpreender”, disse Daniel Ferro.

O Presidente do Conselho de Administração do Hospital Garcia de Orta sublinhou ainda o “sentido profundamente humanista” do capelão e o seu “sentido crítico”: “Ajuda-nos a melhorar, a prestar atenção para assuntos e aspetos para os quais não estamos despertos”.

Agradecendo as palavras a si dirigidas, o capelão, Padre Jorge Santos, recordou, agradecido, a memória do primeiro Bispo de Setúbal, D. Manuel Martins, que o nomeou em 1991 para aquele serviço.

Anabela Sousa

Partilhe nas redes sociais!
09 de Janeiro de 2018