Plenário do Clero: Visitas Pastorais do Bispo de Setúbal serão dedicadas à Juventude

20180626-Plenario-Clero-01

O Clero da Diocese de Setúbal esteve reunido no passado dia 26 de junho, no Seminário de Almada, para a reunião plenária conclusiva do ano pastoral. Na palavra inicial dirigida ao Clero, o Bispo diocesano, D. José Ornelas, lançou o próximo biénio pastoral que será dedicado à “Juventude e Vocações”

Neste âmbito, D. José Ornelas anunciou que ao longo dos próximos dois anos vai realizar visitas pastorais a todas as Paróquias, dedicando-as ao conhecimento da realidade juvenil local, dentro e fora da Igreja.

“Esta presença do Bispo junto dos jovens, nas suas comunidades, pretenderá dinamizar o que as comunidades estão a fazer e ajudar a mobilizar neste sentido – os jovens têm que ser os protagonistas da nossa Igreja – e o objetivo fundamental será o de envolver e responsabilizar os jovens, num modo de ser participativo, criativo e interventivo, ao mesmo tempo que se cria uma mentalidade de abertura nas paróquias e vigararias”, afirmou.

D. José Ornelas sublinhou, ainda, que a Pastoral Juvenil deverá estar centrada no discernimento vocacional, que não é só para a vida consagrada, mas também para o matrimónio, e anunciou a realização de um encontro com os crismados ao longo do último ano: “temos que desafiar estes crismados a ser Igreja e a sair além das fronteiras da comunidade a que pertencem”.

O lançamento deste biénio foi ainda complementado pelo Diretor da Pastoral da Juventude, Padre João Nabais Dias, que apresentou a proposta de estrutura de Pastoral Juvenil e Vocacional que se pretende implementar na Diocese de Setúbal, apostando numa pastoral de processos e sinergias, bem como as linhas de ação pelas quais se irá pautar a ação pastoral neste âmbito.

Família: a preocupação pastoral não terminou

O Vigário Pastoral, Padre Luís Ferreira, fez um breve balanço do biénio que agora se conclui na Diocese de Setúbal, “Família de Famílias”, evidenciando a ligação que continua a ser necessária entre o Secretariado Diocesano da Pastoral Familiar e os movimentos ligados à família, como por exemplo, os Centros de Preparação para o Matrimónio, as Equipas de Nossa Senhora, e o Encontro Matrimonial.

O sacerdote elencou, ainda, alguns dos eventos que foram acontecendo ao longo dos últimos dois anos e que marcaram o biénio dedicado à Família, com especial enfoque na Constituição do Tribunal Diocesano.

D. José Ornelas sublinhou que a preocupação com a Família não pode deixar de estar presente na agenda pastoral, e que é necessário procurar acompanhar as famílias, sobretudo as que se encontram em situações de crise.  

Assunto em destaque na reunião plenária do clero foi, também, o esclarecimento de algumas exigências do Regulamento Geral de Proteção de Dados, e a forma como vai ser aplicado na realidade da Diocese de Setúbal.

Juventude e Vocações no centro da ação pastoral 2018-2020

Anabela Sousa

Partilhe nas redes sociais!
01 de Julho de 2018