Novos catequistas em encontro no Seminário de Almada

20181105-Seminario-Almada

No Domingo, dia 14 de Outubro, no Seminário Maior de S. Paulo de Almada, cerca de trinta e cinco novos catequistas, oriundos das vigararias da diocese, juntaram-se para um encontro de reflexão, promovido pelo Secretariado Diocesano de Catequese de Infância e Adolescência. O tema apresentado: “O que é a Catequese; o perfil do catequista”, muito pertinente e objectivo, está sempre enquadrado numa intensa componente pedagógica que tem como espinha dorsal o ato catequético.

Na parte da manhã, foram dadas as boas vindas por parte do Padre Rui Gouveia, diretor do referido secretariado, ao que se seguiu o momento de oração de laudes, e uma instrução acerca da Lexio Divina. Trata-se de um método de oração, reflexão e contemplação praticado pelos fiéis do Catolicismo desde tempos antigos, particularmente nos mosteiros beneditinos. Consiste na prática de oração e leitura das Escrituras e tem como intuito, segundo a Igreja Católica, promover a comunhão com Deus e aumentar o conhecimento da Sua Palavra.

Foram apresentados os seus vários passos: Oração inicial; leitura da Palavra de Deus; Meditação da Palavra de Deus; Rezar a Palavra de Deus; Contemplar a Palavra e conservar a Palavra de Deus na vida. Sendo que a este itinerário se segue a oração do Pai Nosso, conscientes de querermos viver a mensagem do Reino de Deus e fazer a Sua vontade.

Posteriormente, o seminarista José Manuel, começou por fazer um plenário a partir do qual os catequistas presentes eram convidados a reflectir acerca de questões como: o que é a catequese?, qual o seu objectivo?; qual o perfil do catequista?, bem como a importância da sua formação. Tratando-se de questões pertinentes que foram sendo respondidas sobretudo à luz do Diretório Geral da Catequese que é reflexo da conjugação de vários subsídios dados pela Sagrada Escritura; Tradição e Magistério da Igreja. Na mesma linha foram apresentadas reflexões muito recentes acerca do tema pelo Papa Francisco, na senda de Bento XVI e João Paulo II, percebendo-se nesse trajeto uma perfeita comunhão, que se constata nos diversos pontificados.

Em seguida realizou-se, na capela do seminário a celebração eucarística deste domingo, XXVIII do tempo comum. Seguiu-se um almoço partilhado onde foi patente o convívio e troca de experiências entre os participantes.

A parte da tarde esteve a cargo da Professora Isabel Rosendo, que em complemento com as abordagens temáticas da manhã, apresentou a componente mais prática e pedagógica de uma sessão catequética. Assim, começou por apresentar ao seu auditório o ato catequético como centro a partir de três componentes como sejam o percurso objectivo que se inicia com a experiência humana; Palavra de Deus e Experiência de Fé. Entre muitas outras apresentações e propostas foi relevante a mostra de alguns dos muitos materiais que actualmente existem, tão variados e cada vez mais adaptados às diversas faixas etárias, bem como realidades sociais e culturais.

Assim terminou este dia, a avaliar pelo feedback dado, rico de partilha e reflexão, que agora os novos catequistas levarão para as suas catequeses, no cuidado para com as várias dimensões apresentadas ao longo do dia, de forma a construir homens e mulheres, que sejam na sociedade expressão de Fé, Esperança e Caridade.

José Almeida Raposo

Partilhe nas redes sociais!
05 de Novembro de 2018