“Na noite de 24 de dezembro, acenda uma vela pela Paz”

A Cáritas, com o apoio da Conferência Episcopal Portuguesa, lança, pelo 16º ano consecutivo, a iniciativa “10 Milhões de Estrelas – Um Gesto pela Paz”. Uma ação focada na vivência mais verdadeira dos valores humanos e cristãos da celebração do Natal. É neste espírito que se pretende ajudar as pessoas em situação de carência. Esta Operação arranca, dado o seu significado, no 2º Dia Mundial dos Pobres, instituído pelo Papa Francisco em 2017, para dar visibilidade aos pobres que exigem compromissos assumidos com determinação e verdade pelos poderes políticos e por cada cidadão, a nível pessoal e comunitário.

Ampliar o “grito” dos pobres é objetivo da missão da Cáritas: “embrulhados em situações de desespero, vividas muitas vezes na solidão e na desilusão, é nossa missão responder e ser, para todos, uma oportunidade de esperança” afirma Eugénio Fonseca, presidente da Cáritas Portuguesa.

A rede nacional Cáritas, desenvolve a partir de hoje em cada diocese um conjunto alargado de iniciativas que chamam a atenção para os valores da paz e para a necessidade de se marcar a celebração do Natal com gesto de esperança e solidariedade.

“Estou muito grato pela ajuda da Cáritas e se não me tivessem ajudado eu teria forçosamente que faltar à consulta o que iria prejudicar muito a minha situação de saúde. Recentemente consegui entrar numa formação profissional e estou mesmo muito contente por a Cáritas me ter ajudado.” (Sr. Adelino, apoiado pela Cáritas Diocesana de Viseu)

Para a Cáritas lançar esta iniciativa no Dia Mundial dos Pobres é uma forma de assumir o combate à pobreza na dimensão da justa partilha de bens, enaltecendo aqueles que são os seus protagonistas, por serem um exemplo de sobriedade, perseverança e coragem afirma Eugénio Fonseca.

Para além das diferentes atividades, durante os meses de novembro, dezembro e inicio de janeiro, todos os que quiserem juntar-se à Cáritas, participando na sua missão de estar ao lado dos mais frágeis, poderão adquirir uma vela, pelo valor de 1€, nas Cáritas diocesanas, escolas e paróquias aderentes e nas lojas Pingo Doce, que continua a ser parceiro desta ação.

Do total de verbas recolhidas 65% destina-se a apoiar a ação de Cáritas diocesana no seu trabalho de apoio às pessoas necessitadas. Os restantes 35% são canalizados para um projeto internacional. Este ano estaremos a ajudar a Cáritas da Venezuela, através do projeto “Nutrir com Esperança” que tem como objetivo garantir o acesso à saúde e apoio nutricional a crianças até aos 5 anos e mulheres em situação de gravidez de risco.

A Cáritas mantem ainda a parceria com o Corpo Nacional de Escutas, na celebração nacional da “Luz da Paz de Belém”, que este ano se celebra na Diocese da Guarda. Os Escuteiros de diferentes países da Europa e de outros continentes distribuem a Luz da Paz, acesa todos os anos na Gruta da Natividade de Jesus, em Belém.


Na noite de Natal coloque uma vela acesa numa janela da sua casa. Com este gesto testemunhará a sua vontade de ajudar a iluminar no mundo! É o nosso apelo para os 10 milhões de portugueses, como expressão do desejo e compromisso efetivos de semear a Paz no Mundo. 


A rede nacional Cáritas é composta por 20 Cáritas diocesanas, que contam com o empenho de 1241 colaboradores profissionais e mais de 370 voluntários regulares. Todos empenhados no combate a qualquer forma de pobreza. No ano de 2017 a Cáritas respondeu, em todo o país, a 138 635 pessoas que apresentaram as mais diversas situações relacionadas, principalmente, com a falta de rendimento, desemprego e necessidades de saúde. Respondemos a situações de emergência internacional e apoiamos cerca de 30 mil pessoas. Estamos atentos e intervimos na denuncia de situações de injustiça que condicionam a dignidade humana.

Cáritas Portuguesa

Partilhe nas redes sociais!
16 de Novembro de 2018